sexta-feira, 5 de agosto de 2011

O Meu Pai

Nunca nos demos bem, aliás, deixamos de nos dar bem a partir do momento em que ele resolveu que havia de me bater sem motivos, só para impor respeito. E ainda chegou a fazê-lo comigo já em idade adulta, tinha eu 28 anos. Nunca lhe vou perdoar isso, mas infelizmente há sapos que tenho que engolir e viver em casa dele é um deles.
Acontece que o meu pai, além desses episódios que eu tento esquecer, age como uma merda, e só faz com que o meu sentimento por ele piore!
É um cusco, e pior do que cusco, conta a minha vida indiscriminadamente!! Quando assinei o contrato quis porque quis que eu lhe dissesse quanto ia ganhar. Não lhe dizendo, foi espreitar nos meus papeis!!!!
Agora, venho a saber que, já em Portugal, resolveu contar a certas pessoas que eu estava cá, que eu já tinha trabalho,etc etc etc.. E precisamente, a pessoa é uma ex-amiga...(de quem eu sinto muitas saudades, mas que me desejou, talvez num momento de cabeça quente - devido a um mal entendido que houve-, coisas que não se desejam a ninguém, razão pela qual nunca mais lhe dirigi a palavra). Ora, até podia ser uma pessoa indiferente para mim, que não é...Mas se eu nem no facebook espalhei aos 7 ventos que tinha emprego (quer dizer, escrevi mas depois apaguei logo, e agora vou colocando algumas referencias, mas nada completamente explícito), é porque não me interessa que toda a gente saiba!!! Será tão difícil assim de entender???
Nem é por lhe ter contado a ela...é pela atitude!! Certamente a rapariga perguntou por mim num acto de boa educação e ele pôs-se a desbobinar a minha vida. Se fez isso com ela, faz com toda a gente que lhe perguntar!! Sinceramente, só me apetece matá-lo. Se há alguém com direito de espalhar informações sobre mim sou eu, e mais ninguém!!!

7 comentários:

Irina A. disse...

Bem-vinda ao clube dos pais de merda.
Bem-vinda ao clube das tareias sem motivo, ao clube da rejeição, ao clube da indiferença, ao clube dos traumas.

Como eu te entendo, querida, como eu te entendo!
Caga no assunto e tenta levar a tua vida da melhor maneira possível. Esconde tudo o que puderes esconder, no fundo nem é bem esconder, e não dares a conhecer a tua vida a quem nada tem com ela.

Beijoquita grande.

mari disse...

:(
que situação triste, há pais que não sabem sê-lo ...

Alix disse...

muito triste.

se não podes mudar o teu pai, tens de ter paciência e tentar não te irritar...

bjs*

...Ju... disse...

realmente é uma falta de respeito... vais ter que aprender a ignorar, para bem da tua estabilidade!

Nokas disse...

É triste mesmo...

Naná disse...

Aria, o meu pai nunca me bateu sem razão, mas dava-me sovas psicológicas de meia-noite... sabia dizer as palavras certas para magoar da pior maneira... tivémos muitas desavenças e bem feias!
Mas posso garantir-te que no dia que ele desaparecer, tu vais sofrer da mesma maneira e vais desejar que as coisas não tivessem sido assim...
E compreendo muito bem o que dizes sobre ele espalhar coisas que tu não queres partilhar indiscriminadamente...

Abiga disse...

eu ja tinha ouvido esta historia -.-
é smp bom ter um pai cusco e linguarudo! -.-